segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Inquirições de 1258

Com todas as limitações que possa haver na nossa tradução, apresentamos o texto das Inquirições de 1258 relativo a Santa Marinha de Vicente, que então era Honra dos Correias.

Colação de Santa Marinha de Vicente

D. Mendo, abade da mesma igreja, jurado e interrogado, disse que El-Rei não é padroeiro.
Item, disse que tem aí o El-Rei o seu reguengo bem demarcado, a saber, no termo de Fiães, em Outeirol, duas leiras.
Item, em Basto, duas leiras.
Item, nas Leiras Longas, duas leiras.
Item, no Agro Mau, quatro leiras.
Item, disse que no lugar chamado Vala há uma leira de que dão a El-Rei por ano um alqueire de pão pela medida de Rates.
Item, nas Fontes, uma leira.
Item, o meio do campo do Fareleiro.
Item, no lugar da Ponte, uma leira.
Item, nos Moinhos, uma leira.
Item, nos Govérnios, uma leira.
Item, nos Espinheiros, uma leira.
Item, na Várzea, uma leira.
E de todas estas leiras dão a terça parte do pão a El-Rei e não fazem outro foro porque cavaleiros têm este reguengo acostadiço aos seus casais e informam dele os seus casais. Os cavaleiros são Rui Vasques Quaresma e Martim Vasques, irmão dele.
Item, disse que São Pedro de Rates tem lá um casal, que tem os seus campos em Ofiães. E destes campos fazem sete partes, e uma dão-na a esta igreja e duas a El-Rei e quatro a São Pedro de Rates com eirádiga das mesmas sete partes, a saber, três taleigas de pão entre si e o mordomo (com excepção do campo dos Linhares que é todo de Rates).
Item, disse que dão a El-Rei por ano de fossadeira, a saber, da quintã que foi de Pelagim e da sua irmã Mariilina costumavam dar oito côvados e um legão, e criaram lá o filho de Reimão Peres e retira a sétima parte da fossadeira. E João Petero comprou metade dessa quintã e retira metade da fossadeira, e assim nada fica para El-Rei senão as três varas e meio legão.
Item, da quintã que foi de Pedro Pais e de Paio Soeiro costumavam dar um bragal, e agora não dão senão cinco varas e meia, menos um dinheiro, porque Dona Sancha Pais comprou lá, e esta igreja tem lá a sua parte em testamento e retiram outra fossadeira.
Item, em Curujas (Cruges), da herdade de Martinho Magrão, uma vara de bragal.
Item, disse que esta paróquia é honra dos Correias desde antigamente e por isso couto e foreiros de El-Rei e amas de Cavaleiros não existem aí, nem ordens ou cavaleiros algo mais aí adquiriram de que El-Rei perdesse o seu direito. Maiores foros não fazem ou fizeram lá.
Paio Soares, Pêro Feio e Martinho Parlete e Domingos Peres e Gonçalvo Bufão e Durão Martins e Mendo Peres e Martinho Pais, jurados e interrogados, disseram em tudo e por tudo como o abade D. Mendo. 

Sem comentários:

Enviar um comentário